HarboR Informática Industrial Ltda.
info@harbor.com.br
+55 (48) 3333-2249

Os Quatro Fundamentos dos Gráficos de Controle – Fundamento Quatro

Blog

Os Quatro Fundamentos dos Gráficos de Controle – Fundamento Quatro

Para encerrar a série de posts onde discutimos os quatro fundamentos dos Gráficos de Controle, apresentamos hoje o quarto e último fundamento de Shewhart:

 

“Fundamento Quatro: Gráficos de Controle são efetivos somente na medida em que a organização pode utilizar, de forma eficaz, o conhecimento adquirido”

 

Se você acompanhou os outros posts, deve lembrar que o primeiro, segundo e terceiro fundamento contemplam aspectos mais teóricos do CEP. Já o quarto fundamento trata de um aspecto prático da aplicação da metodologia: ele nos diz que se a empresa não puder disseminar o conhecimento adquirido pelo CEP e agir com base neste, o conhecimento será adquirido em vão.

O conhecimento gerado pela implementação do CEP apenas tem utilidade quando servir como base para uma tomada de ação. Se não houver capacidade para tomar ações de forma apropriada, o CEP não será tão efetivo como poderia ser. Se houver barreiras internas e obstáculos dentro da empresa que a impeçam de utilizar os gráficos do CEP, nada irá acontecer¹.

Mas, que tipos de barreiras e obstáculos seriam esses? Alguns exemplos mais comuns:

  • Acreditar que o CEP não é aplicável: muitas pessoas veem seu processo como “uma forma de arte” e acreditam que o CEP não se aplica ao seu processo. Errado! O CEP se aplica em qualquer processo que tenha uma saída mensurável.
  • Interferências: quando os envolvidos não entendem as variações intrínsecas do processo (ruído proveniente de causas aleatórias) e insistem em interferir no processo sem que haja um sinal claro, aumentando a variação do processo.

 



O CEP por si só não é suficiente. Sabemos que velhos hábitos não morrem facilmente e o CEP é justamente uma oportunidade para promover mudança organizacional.  Cada novo conhecimento ganho com o CEP cria uma demanda para a empresa. A medida que a empresa responde a essa demanda, se reforça que o novo hábito substitua o velho. Com novos hábitos, o CEP se torna mais efetivo, mais conhecimento é ganho e novas demandas de mudanças são geradas. Este ciclo de feedback é a base para a melhoria contínua.

Se interessou pela nossa série de posts sobre os Fundamentos dos Gráficos de Controle? Conheça mais o Treinamento de CEP que a HarboR pode oferecer para você e para a sua empresa!

 

(1)Understanding Statistical Process Control – Donald J. Wheeler and David S. Chambers – 2010

 

Veja os outros fundamentos:

Fundamento Um – Utilizar limites três sigma

Fundamento Dois – Utilizar estatística da dispersão média

Fundamento Três – Definir amostragem e subgrupo racional

Graduada em Engenharia Química pela UFSC .

Atua como especialista de Aplicação na HarboR desde 2013 e é Green Belt Lean Seis Sigma certificada.

Possui experiência na implementação do software InfinityQS -solução para Controle de Qualidade e CEP – em diferentes áreas da indústria.

Confira perfil completo no LinkedIn

Você também pode gostar de ler:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cancelar