HarboR Informática Industrial Ltda.
info@harbor.com.br
+55 (48) 3333-2249

Ingressar na Indústria 4.0 com Baixo Investimento

Blog

Ingressar na Indústria 4.0 com Baixo Investimento

Espalhe a ideia!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Quando falamos de Indústria 4.0 muitas vezes pensamos em robôs com inteligência artificial (IA), carros autônomos, realidade aumentada e todo um mundo que parece distante da nossa realidade. Mas esquecemos que a Indústria 4.0 foi planejada para atender também as indústrias de pequeno e médio porte que estavam perdendo mercado na Alemanha.

O conceito da Indústria 4.0 foi criado para chegar nas indústrias com o objetivo de torná-las competitivas não somente aumentando produção, mas aumentando produção com qualidade e inovação. Mas então, como ingressar na Indústria 4.0 com baixo investimento?

 

Indústria 4.0 a partir de tecnologias de baixo custo

Hoje pequenos dispositivos como smart watch, serviços online e aplicativos trazem melhorias na qualidade de vida com soluções simples e inovadoras. Da mesma maneira que você não precisa estar dirigindo um carro autônomo para fazer parte destas novas tecnologias disruptivas do século 21, sua indústria pode ser 4.0 trabalhando com soluções acessíveis antes de pensar em investir nos robôs autônomos de última geração.

ingressar na indústria 4.0

As tecnologias da Indústria 4.0 permitem a digitalização e conectividade para empresas de pequeno porte, pois são tecnologias de menor custo de operação e implantação. Dispositivos IIoT são baratos e fáceis de instalar em qualquer linha de produção para aquisição de dados. A computação na nuvem trouxe o poder computacional ao alcance de todos e com baixo custo, onde você paga somente os recursos que utilizar. A tecnologia está cada vez mais voltada para os Softwares como Serviço (SaaS), que são serviços adquiridos através de mensalidades, com alto processamento de dados (Big Data) para disponibilizar as informações que você precisa.

Com um baixo investimento você será capaz de ingressar na Indústria 4.0 usufruindo destas novas tecnologias. Empresas mais ágeis em seus processos produtivos serão muito mais competitivas no mercado. Esta inovação proporciona o aumento do controle sobre a produtividade através do aprendizado de seus próprios processos produtivos, clientes e fornecedores.

 

Estágio de Maturidade na Indústria 4.0

O Instituto Alemão Acatech, Academia Nacional de Ciência e Engenharia referência em Indústria 4.0, disponibilizou um estudo que classifica a maturidade da Indústria 4.0 em diferentes níveis. Esta classificação ajuda a entender qual os níveis de maturidade que uma solução de Indústria 4.0 pode atingir, gerando uma referência de evolução que deve ser trabalhado para seguir caminho na manufatura avançada. O trabalho de cada empresa para alcançar a Indústria 4.0 será diferente, dependendo dos seus objetivos e ponto de partida. Este diagrama ajuda a identificar quais estratégias precisam ser adotadas para obter ganhos de produtividade desde os requisitos mais básicos da digitalização até a completa implantação da Indústria 4.0.

 

etapas_da_industria_4.0

  1. Informatização: o primeiro estágio da digitalização é a obtenção de informação em um formato único, substituindo os registros em papéis e planilhas diversas por sistemas capazes de disponibilizar os dados digitalmente. Por exemplo, anotar as informações manualmente em um sistema ou no Excel.
  2. Conectividade: neste estágio a informação de produção é obtida diretamente das máquinas. Diferentes sistemas podem estar conectados em máquinas para centralizar e disponibilizar os dados nas diferentes áreas da empresa. Por exemplo, obtenção de dados de contagem de produção e parada de máquina disponíveis para operação, gestores e engenharia.
  3. Visibilidade: o primeiro estágio da Indústria 4.0 é conseguir transformar e disponibilizar os dados em informação para tomada de ação. As ações executadas são baseadas em dados e informações que estão disponíveis em tempo real e visíveis para toda a fábrica. Por exemplo, utilização de sensores em toda a cadeia de produção para disponibilizar informação em tempo real permitindo a tomada de ação com base em dados reais.
  4. Transparência: nesta etapa a informação é convertida em conhecimento, correlacionando e comparando as informações. Este conhecimento leva à tomada de ações rápidas. Por exemplo, novas tecnologias que permitam a análise de grandes volumes de dados para sintetizá-las em indicadores que mostrem a evolução das melhorias.
  5. Capacidade Preditiva: as informações disponíveis permitem a tomada de ações antes que o problema aconteça. Por exemplo, saber se as metas de produção serão atingidas em um determinado turno, saber quando uma máquina precisará de manutenção antes da sua quebra (manutenção preditiva) ou então ser capaz de simular diferentes cenários e identificar as melhores opções.
  6. Adaptabilidade: tomada de ações automáticas no menor tempo possível. Adaptações contínuas permitem automatizar sistemas para tomar ações diretamente no processo produtivo no momento em que uma não conformidade é identificada.

Depois de saber qual o seu nível de maturidade, é hora de ingressar na Indústria 4.0.

 

6 Dicas para ingressar na Indústria 4.0

A Interesting Engineering disponibilizou um artigo com dicas de como se preparar para a adoção da Indústria 4.0. É preciso saber quais são as tecnologias e opções disponíveis que são interessantes para você, quais pessoas e habilidades são necessárias para ingressar na Indústria 4.0. Compreender quais softwares estão disponíveis no mercado, o que você deseja melhorar, quais sistemas você precisa integrar, quem são as pessoas disponíveis para participar do projeto. Ou seja, você precisa saber onde você está com suas tecnologias e onde você quer chegar. Com estes pontos definidos, é hora de preparar estes 6 passos para ingressar na Indústria 4.0 (tradução livre):

  1. Foco na melhoria de processo: investir em softwares e hardwares que auxiliem na melhoria contínua de processo, ou seja, que aumentem a eficiência de produção e diminuam perdas. Treinamento operacional também é um ponto de destaque para a melhoria de processo.
  2. Implementar, Testar, Revisar e Repetir: estas novas tecnologias precisam de tempo para serem aprendidas. Esteja a frente dos seus concorrentes, entre na indústria 4.0 o quanto antes. Implante as tecnologias e sistemas, aprenda com elas, entenda os benefícios que elas trarão para a sua empresa. Aprenda com seus erros e busque alternativas quando algo não sair como o esperado. Identifique suas melhorias e mantenha elas no seu ciclo, na manufatura você precisa ser ágil e confiável.
  3. Teste antes de comprar: existem vários fornecedores de tecnologias que podem te ajudar no seu processo, mas como saber qual o melhor sistema? Trabalhe com provas de conceito (PoC, Proof of Concept) e pilotos para validar se aquela solução trará os benefícios que você espera. E não esqueça, para conseguir avaliar estas novas tecnologias é preciso ter em mente quais são os benefícios e melhorias desejadas.
  4. Gerenciamento das informações: utilize sistemas de gerenciamento de documentos para ajudar na organização dos dados e informações sobre os processos. Para saber se as novas tecnologias estão te ajudando, primeiro você deve saber como estão os teus indicadores para então conseguir medir as melhorias obtidas na adesão da indústria 4.0.
  5. Entenda a necessidade dos seus clientes: a manufatura é o meio até você chegar no seu cliente. O objetivo final é a entrega de produtos e serviços de qualidade para o cliente. Para isso você precisa saber o que é qualidade para o seu cliente, o que o seu cliente deseja? Tenha certeza de que a sua velocidade, flexibilidade, confiança, customização e melhorias tecnológicas continuarão alinhadas com as necessidades dos clientes.
  6. Defina um líder: é importante definir um líder para assumir o processo de adoção da indústria 4.0. Selecione alguém que conheça bem o processo e tenha empatia com novas tecnologias. Preferencialmente, escolha uma pessoa focada exclusivamente neste processo e que tenha autonomia para fazer decisões sobre as tecnologias que serão adotadas.

A Indústria 4.0 está ao seu alcance

Os conceitos da Indústria 4.0 são aplicados para qualquer tipo de manufatura e com tecnologias acessíveis para todos os bolsos. Ao ingressar na indústria 4.0 você saberá onde atacar seus problemas e conseguirá diminuir perdas de produtividade. A HarboR, em parceria com um projeto do SENAI, mostrou que a adoção da Industria 4.0 em indústrias de pequeno porte pode aumentar a produtividade em indústrias de todo o Brasil.

 

 

Você quer adotar conceitos da Indústria 4.0 com eficiência e baixo custo? Fale conosco, a Harbor tem os melhores sistemas de manufatura alinhados à Indústria 4.0.

Espalhe a ideia!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *