HarboR Informática Industrial Ltda.
info@harbor.com.br
+55 (48) 3333-2249

Como OEE pode ajudar a aumentar o seu lucro

Blog

Como OEE pode ajudar a aumentar o seu lucro

Espalhe a ideia!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Já vimos que OEE é uma métrica que compara a disponibilidade, performance e qualidade da máquina.

Mas você já parou pra pensar em como este valor pode ajudar a melhorar a produtividade e reduzir os custos da produção?

Neste post vamos mostrar como pequenos aumentos mensais nestes parâmetros podem influenciar positivamente nossos resultados!

 

Vamos lá!?

Parâmetros para calcular o OEE

A fórmula para calcular o OEE é simples. Basta multiplicar os valores percentuais da disponibilidade, performance e qualidade.

Mas como calculamos cada valor desses?

Lembrando que o período de tempo avaliado deve ser o mesmo para todos os parâmetros.

* Vamos considerar turnos de 8 horas.

Disponibilidade – Quanto tempo eu fiquei sem utilizar meu equipamento e por quê?

É quanto tempo a máquina esteve funcionando.

Ou seja, nossa disponibilidade será de 100% caso a máquina trabalhe durante todas as 8 horas do turno.

Sabemos que esse valor é irreal, pois existem perdas decorrentes do set-up, intervalos, troca de produto, limpeza, manutenção, entre outros possíveis motivos.

Performance – Meu equipamento produz na velocidade que deveria?

É a comparação entre quanto produzimos com a nossa meta de produção.

Supondo que nossa meta de produção seja de 60 peças por hora, mas produzimos, em média, 53 peças por hora, nossa performance é de 88%.

Qualidade – Quanto eu deixo de ganhar por problemas de qualidade?

É a comparação entre a quantidade de refugo e retrabalho com o total de peças produzidas.

Produzimos 53 peças, porém 8 foram descartadas como refugo, nossa qualidade é de 85%.

Como o OEE pode aumentar o lucro – e a produtividade?

Vamos considerar o cenário atual como sendo:

  • Disponibilidade: 70%
  • Performance: 88%
  • Qualidade: 85%

Pra exemplificar, vamos apresentar 2 cenários diferentes:

Cenário 1:

Aumento de 0,25% mensal em cada parâmetro ao longo de um ano.

OEE pode aumentar o lucro - Cenário 1 tabela

Vemos que os aumentos absolutos, no período de 1 ano, são de

  • 3,00% para disponibilidade, performance e qualidade
  • 6,1% para o OEE.

OEE pode aumentar o lucro - Cenário 1

O que isso quer dizer?

Antes, nossa máquina:

  • ficava parada por 2,40 horas,
  • produzia em média 53 peças por hora e
  • refugava 15% do total de peças.

Depois de 12 meses, a mesma máquina:

  • fica parada 2,16 horas,
  • produz em média 54,6 peças por hora e
  • refuga 12% do total de peças.

Cenário 2:

Aumento de 0,5% mensal em cada parâmetro ao longo de um ano.

OEE pode aumentar o lucro - Cenário 2 tabelaVemos que os aumentos absolutos, no período de 1 ano, são de

  • 6,00% para disponibilidade, performance e qualidade
  • 12,65% para o OEE.

OEE pode aumentar o lucro - Cenário 2

O que isso quer dizer?

Depois de 12 meses, a mesma máquina:

  • fica parada 1,92 hora,
  • produz em média 56,4 peças por hora e
  • refuga 9% do total de peças.

Qual o aumento da produtividade?

Na tabela abaixo, compilamos os resultados de cada cenário para comparar e analisar as informações.

 

Vemos que com aumento mensal de 0,5% em cada parâmetro, ao final de 12 meses, aumentamos em 24% a quantidade de peças boas produzidas por mês.

Mesmo trabalhando individualmente para melhorar cada parâmetro, eles juntos possuem um impacto ainda maior na melhoria global da produção, pois os parâmetros estão interligados entre si.

Sensacional, não acha?

Para alcançar esse objetivo, muitas empresas utilizam algum software de MES (Manufacturing Execution Systems) para conseguir acompanhar, em tempo real, o status de cada máquina.

Assim é possível:

  • responder rapidamente aos problemas no chão de fábrica;
  • reduzir até 75% o tempo gasto com apontamento de produção;
  • reduzir até 55% a perda de informações;
  • reduzir a quantidade de documentos em papel em circulação no chão-de-fábrica;

 

E você, aceita o desafio de controlar melhor o chão-de-fábrica para reduzir custos e aumentar a produtividade? Se você gostou desse post, sugerimos que leia também o artigo OEE na Gestão Estratégica.

Se precisar de um software de MES, fale conosco! Temos expertise sobre isso e queremos te ajudar a alcançar seus objetivos.

Você também pode gostar de ler:

Espalhe a ideia!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

2 comments on “Como OEE pode ajudar a aumentar o seu lucro

  1. Paulo Narciso Filho , on Dec 28, 2018 at 18:28 Responder

    Taline, segue a explicação:

    Paradas: considerando 8 horas de trabalho, e uma disponibilidade de 73% ao final de 12 meses, o tempo de paradas é 27% (100%-73%) de 8 horas, ou 2.16 horas;

    Performance: era 88%, ou seja, quando estava trabalhando a máquina produzia 53 pcs/h quando a capacidade nominal era de 60 pcs/h (53/60 = 88%); ao fnal de 12 meses, a performance subindo para 91% significa que a produção horária será de 60 * 91% = 54,6 pcs/h;

    Qualidade: aqui a redução é diretamente no percentual, de 15% para 12% após os 12 meses.

    Os números são para mostrar que uma melhora pequena mas constante nos índices traz um resultado expressivo. No cenário 1, considerando-se 24 horas de trabalho por dia, a produção passou de 756 para 840 peças boas produzidas por dia, sem nenhuma necessidade de investimento extra.

    Muito obrigado por seu comentário e fique à vontade para entrar em contato conosco se a explicação não ficou clara, ou se tiver interesse em conhecer o livemes (http://livemes.com), nosso produto de controle de produção e medição de OEE

  2. Taline Aparecida da , on Dec 21, 2018 at 16:43 Responder

    Boa tarde!
    Ótimo o artigo!
    Como foi feito o calculo da máquina parada , média de peças produzidas e refugos após os 12 meses?

    “Antes, nossa máquina:
    ficava parada por 2,40 horas,
    produzia em média 53 peças por hora e
    refugava 15% do total de peças.
    Depois de 12 meses, a mesma máquina:
    fica parada 2,16 horas,
    produz em média 54,6 peças por hora e
    refuga 12% do total de peças.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cancelar